Sexta-feira, 1 de Junho de 2007

Criança

.Nas ruas
Da necrópole dos vivos

Nos becos que existem suspensos na ausência de luz
Nos empedernidos corações


Criança de olhos perdidos num céu subliminar

Escuro
Esmagado
Pelo seu pedaço céu


Males da vida
Servidos na bandeja da morte

Cobre-se de sangue o céu azul


Chovem as tuas lágrimas escorreitas e brincalhonas
Chove infinito pesar


Perdi o azul
Para o encontrar nesse teu húmido olhar.

música: "Childhood dream" dos Anathema

publicado por Buraco Negro às 16:01
link do post | comentar
Segunda-feira, 28 de Maio de 2007

Criança que fui


.Procuro em mim a criança que fui
Que não sou

Espelho:
? Onde estão meus olhos húmidos
? Onde está a esperança dos meus olhos
? Onde estou eu afinal

Luz que foges de mim
Que brincas comigo nesse teu bruxulear

Luz moribunda ao fim destes anos

Recordo as ruas
Brinquedos
Pessoas
Livros infantilmente felizes
Nevoeiro distante
Luz cintilante que desponta de meu coração

Recordo os corredores da minha infância
Os jardins imensos
Da minha cidade de luz
Opacas memórias a pintarem de azul este céu inevitavelmente cinzento

Sentado nesse jardim sou
Sem ser
O que fui outrora.

publicado por Buraco Negro às 23:05
link do post | comentar

o Buraco


. 17 seguidores

Lua

CURRENT MOON

Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Criança

Criança que fui

tags

todas as tags

visitas ao buraco

Website counter