Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2007

Olho-te com geada no olhar

.As luzes da cidade

Deturpam a dura mater da noite

Confundem-me os sentidos e deturpam-me os desejos


Linda na sua decadência cosmopolita

Feita de rostos, de chagas e suores devolutos

No entanto, desejo a cidade vazia

Tecnicamente morta


Desejo as vielas da solidão

Abrigar-me da réstia de luz emanada por candeeiros dormentes

Uma réstia furtada ao fundo de uma garrafa de absinto


? Porque sofro, porque é que me sinto

? Porque me afogo no dealbar do pensamento


Subo a escadaria húmida operando um retrocesso

Faço do percurso um singular processo

Uma desculpa protocolar


Repito-me pelos gestos e pelos pensamentos


Olho-te com geada no olhar

Percorro-te antes de te abandonar

Para sempre contida em mim

Na serena consolação daquele olhar.


música: "The Weight Of The World" dos Antimatter

publicado por Buraco Negro às 23:24
link do post | comentar
Quinta-feira, 5 de Abril de 2007

Nestas Ruas

.Nestas ruas por onde ando

Onde explodes sem avisar

Em brilhos de uma cor que não consigo almejar

Numa cor que vislumbro sem poder tocar

 

Nesta cidade suja

De Cinzento cor betão

Nestas ruas anónimas

Sou mais eu

Mais solidão

 

Não quero saber para onde vou na minha embriaguez

Não quero saber se é esta a minha vez

 

Estou onde estive num sonho

Estou dentro do interior de ti

Vesti-te meu anjo

Roço a minha carne em toda a tua

 

Sou todo dentro de ti

Nesta cidade deserta

Onde me perco para te alcançar.


publicado por Buraco Negro às 23:21
link do post | comentar
Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2007

Manhã

.Nascem no céu
As cores frescas e matinais
De propósitos infimamente surreais

Nasce a luz
E com ela nasço eu
Mais uma vez

Rumo à morte

Toldo-me pelas ruas da cidade
Na minha solidão
Na minha inteira solidão

Há na manhã
O cheiro que só a luz tem
Um cheiro redentor
Solução feita de cor
Às vezes de uma luminosidade dissolvida em dor

Na melhor vista da cidade
Olho-a perdendo-me em ti
Penso naquilo que te diria
Extingo-me na luz com que te tocaria

Sorrio
Nas lágrimas que a luz me provoca.

publicado por Buraco Negro às 23:03
link do post | comentar

o Buraco


. 17 seguidores

Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Olho-te com geada no olha...

Nestas Ruas

Manhã

tags

todas as tags