Terça-feira, 15 de Maio de 2007

Passado

Dedicado a J R:

.Recordo o passado
Tremendamente próximo da morte
Recordo a tua chegada e o teu abraço
As flores que pisavas
Agora apodrecidas pelo Outono
Sepultadas no Inverno

Na morte somos dois

Recordo
As veias debaixo da tua pele
Abraçadas pelo teu sangue
Aquele que jurei proteger

Acordo de noite
Com o cheiro a mar
Assombração que há em mim

Sou a solidão de um mar nocturno
Barco a afundar-me numa tempestade de memórias

Já não se morre de amor
Eu, afogo-me nele dia após dia
Sem conseguir morrer
Preso à memória de ti.

publicado por Buraco Negro às 18:52
link do post | comentar
Quinta-feira, 10 de Maio de 2007

Amanhã II

.Amanhã

O mesmo futuro intersectado pela morte

A mesma ânsia de alcançar

A mesma vontade feita de crepúsculos e luzes cintilantes

 

A luz que bebo hoje é a mesma de amanhã

Repousa nas coisas deste quarto

E renova-se pela noite

É luz, é aquilo de que disponho para me continuar a arrastar

Neste triste inverno.


publicado por Buraco Negro às 19:40
link do post | comentar
Quarta-feira, 9 de Maio de 2007

Abismo a azul

.Abismo a azul

Impossibilidade derradeira

Fuga assaz

 

Toda a vertigem de meu sangue

Ínfima perante o azul

 

Pasmado

Estático

Prisioneiro dos grilhões do absoluto.


publicado por Buraco Negro às 13:03
link do post | comentar
Sábado, 5 de Maio de 2007

Estradas

.Estradas sem fim
Deixar tudo o que conheço rumo a nada

Sou o caminho para trás de mim
Os esqueletos que guardo
Sou as algas podres que me abraçam os ossos

Sou aquele caminho que nunca soube percorrer
Sou a indefinição de uma estrada que não vem num mapa.


música: "End of the road" dos Sentenced

publicado por Buraco Negro às 01:22
link do post | comentar
Quarta-feira, 18 de Abril de 2007

Esperança?

.Acordo na mais dolorosa das experiências
Olhos fitados numa luz que dói

Hoje não há cura
Que me valha
Morte: sou o cadáver  que há em mim

Quem sou eu
Que espelho é este onde vejo a minha caveira de metal retorcido
Que vida esta com bafo a morte
?
?

E no entanto
Esperança?
Esperança: talvez amanhã.

publicado por Buraco Negro às 22:23
link do post | comentar

o Buraco


. 17 seguidores

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

No lugar onde o cabeço pe...

No sangue que morre até a...

Gostava de chorar como um...

Criança que fui

Letargo abismal

Passado

Amanhã II

Abismo a azul

Estradas

Esperança?

tags

todas as tags