Domingo, 17 de Março de 2013

Areia no meu olhar

.Despe a tua pele de veludo

Mostra-me os rios que correm dentro de ti

As pedras que são
Afinal 
os teus ossos

Dá-me a tua mão
sorri
Fecha a porta tenho algo para te contar
O naufrágio no azul do crepúsculo 
O bramir da morte quando surge
por fim
A aurora

Dá-me o teu olhar
luz a florir
Fecha-te comigo neste quarto infindo

Ainda és capaz de sorrir?
Molhar a areia no meu olhar.

publicado por Buraco Negro às 22:26
link do post | comentar
1 comentário:
De shm a 3 de Abril de 2013 às 23:10
tarde mas aqui estou :)

podes continuar as fluir essas ideias...para podermos ler e sentir nas entranhas das nossas almas

...até as estrelas


Comentar post

o Buraco


. 17 seguidores

Julho 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Carne

Depeche Mode - In Your Ro...

Phantom Vision - Far Enou...

Paradise Lost - Faith Div...

Mater

Type O Negative - Dead Ag...

Lycia - Pray

E

W

Negură Bunget - Dacia hip...

tags

todas as tags