Domingo, 8 de Junho de 2008

Com as lágrimas estou a abraçar

.Descalças os pés
Pisa as folhas que o Outono adormeceu
Num sono frio

Céu sulcado por estalactites afiadas
Que derretes com o teu êxtase de arcanjo flamejante
Chove dentro e fora de ti
Um lago perpétuo

Encosto a pele aos ossos
Deixando apenas um interstício que me impede de roçar a morte
Brota a alma do resto de mim

Desço do corpo ao céu
De encontro ao lugar último de ti
Numa chuva com gotas quentes e salgadas
Que brotam do que resta de mim

Rumo ao inferno do fim
Até encontrar a tua pele
No caminho que os ventos telúricos semeiam até ti

Tu
Aquela que o tempo não conseguiu profanar
Que com as lágrimas estou a abraçar.

música: "The Ship" dos Swallow the Sun

publicado por Buraco Negro às 22:19
link do post | comentar

o Buraco


. 17 seguidores

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Depeche Mode - In Your Ro...

Phantom Vision - Far Enou...

Paradise Lost - Faith Div...

Mater

Type O Negative - Dead Ag...

Lycia - Pray

E

W

Negură Bunget - Dacia hip...

Process of Guilt - Blindf...

tags

todas as tags