Quinta-feira, 16 de Agosto de 2007

Asas

.Asas retorcidas

Apetrechos feitos de sonhos arrebatados

Que jazem amarrotados em cadernos feitos de paredes brancas

 

Silêncio entre paredes

Algo que de mim escorre

E se transforma em:

Em 0’s

1’s

 

Ensina-me a encruzilhada dúbia que é a luz

Poupa-me ao veneno denso que repousa no fundo da garrafa

 

Espero pela esperança

Num apeadeiro longe de mim e de tudo o que conheço

Morres-me ínclita senhora a cada pulsar de relógio

 

Invades-me a cada inalar

Fazes-me voar

Despenhar com um sorriso surripiado às lágrimas.

música: "Darkness and Hope" dos Moonspell

publicado por Buraco Negro às 23:13
link do post | comentar

o Buraco


. 17 seguidores

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Depeche Mode - In Your Ro...

Phantom Vision - Far Enou...

Paradise Lost - Faith Div...

Mater

Type O Negative - Dead Ag...

Lycia - Pray

E

W

Negură Bunget - Dacia hip...

Process of Guilt - Blindf...

tags

todas as tags