Quarta-feira, 8 de Agosto de 2007

XxX

Escrito pela noite, inspirado parcialmente, senão totalmente, nas palavras no meu mestre R.

.Procuro os teus olhos

Pelas noites

Refugiado na esperança

De nunca os vislumbrar

 

Torno-me a noite

A escuridão

A fúria

A solidão

 

Recolho à noite para tentar chorar

 

Lágrimas inúteis

Que nem a mim me conseguirão salvar

 

À noite

A Lua chora por entre as sombras das estrelas

Testemunho tal

Imerso

Abismado em mim

Esta noite sabe-me a fim

 

Perdido

Desolado em mim

 

[Escreve o mestre]

Apodreço por dentro

Amadurecendo por fora.

música: Algumas dos Anathema

publicado por Buraco Negro às 00:56
link do post
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


o Buraco


. 17 seguidores

Outubro 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Eis o homem

Carne

Depeche Mode - In Your Ro...

Phantom Vision - Far Enou...

Paradise Lost - Faith Div...

Mater

Type O Negative - Dead Ag...

Lycia - Pray

E

W

tags

todas as tags