Quarta-feira, 27 de Junho de 2007

Hoje agrada-me a dor

Inspirado numa conversa com o meu querido amigo Daemonium, por isso em parte da sua autoria:


.Hoje apetece-me a morte
[em figurada agonia]
[em erótico esplendor]
Hoje agrada-me a dor

Faca enferrujada
Que precisa de ser afiada
A cortar as amarras que me ligam à vida

Veneno
Medo e arrepiar de espinha
Que me enegrecem os dias
E tiram esplendor às noites

Silêncio
Solidão que me esmaga a traqueia
E me impede de receber o sopro da vida

Livros desfolhados
Lâminas cobertas de sangue seco
Palavras abertas pela dor

Esperança
A aguardada bonança de amanhã.

publicado por Buraco Negro às 23:37
link do post | comentar

o Buraco


. 17 seguidores

Julho 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Carne

Depeche Mode - In Your Ro...

Phantom Vision - Far Enou...

Paradise Lost - Faith Div...

Mater

Type O Negative - Dead Ag...

Lycia - Pray

E

W

Negură Bunget - Dacia hip...

tags

todas as tags