Terça-feira, 15 de Maio de 2007

Passado

Dedicado a J R:

.Recordo o passado
Tremendamente próximo da morte
Recordo a tua chegada e o teu abraço
As flores que pisavas
Agora apodrecidas pelo Outono
Sepultadas no Inverno

Na morte somos dois

Recordo
As veias debaixo da tua pele
Abraçadas pelo teu sangue
Aquele que jurei proteger

Acordo de noite
Com o cheiro a mar
Assombração que há em mim

Sou a solidão de um mar nocturno
Barco a afundar-me numa tempestade de memórias

Já não se morre de amor
Eu, afogo-me nele dia após dia
Sem conseguir morrer
Preso à memória de ti.

publicado por Buraco Negro às 18:52
link do post | comentar

o Buraco


. 17 seguidores

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Depeche Mode - In Your Ro...

Phantom Vision - Far Enou...

Paradise Lost - Faith Div...

Mater

Type O Negative - Dead Ag...

Lycia - Pray

E

W

Negură Bunget - Dacia hip...

Process of Guilt - Blindf...

tags

todas as tags