Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2007

Mulher-Besta

.Amo-te meu anjo feito de carne
Da mesma maneira que tu me odeias

Crava-me as tuas unhas
As tuas facas afiadas nas costas
Beija-me o corpo com a lâmina que é a tua língua

Deixa a tua marca de besta em mim
Rouba-me as últimas gotas de sangue
Condena-me com o teu veneno

Mulher
Besta  que veste de negro

Arrasa-me a moral
Mastiga a minha ética
Bebe ao meu fluído da verdade

Torna-me o sepulcro de mim próprio

Besta
Mulher que veste de preto

Dá-me o teu corpo para afiar a minha língua
Para curar as minhas garras

Dá o Zero
Que eu dou o um

Deixa-me ser lascivo pelo teu corpo todo
Toca-me felinamente por toda a minha pele

Ensina-me como fazer amor à besta
Ensina-me como fazer ódio à besta
Depois abandona-me

Volta para o teu inferno
Que eu volto para o meu.

publicado por Buraco Negro às 21:45
link do post | comentar

o Buraco


. 17 seguidores

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Depeche Mode - In Your Ro...

Phantom Vision - Far Enou...

Paradise Lost - Faith Div...

Mater

Type O Negative - Dead Ag...

Lycia - Pray

E

W

Negură Bunget - Dacia hip...

Process of Guilt - Blindf...

tags

todas as tags