Domingo, 3 de Dezembro de 2006

BOA NOITE (T.O.R.)

.Boa noite anjo
Anjo de asas queimadas

Vens do céu ou do inferno

Olho-te a ti e ao nevoeiro que te acompanha
És belo meu anjo feito mulher
A Lua é incapaz de ofuscar a tua beleza

Incrustado na noite toco a tua face etérea
E sinto um frio que me aquece
Sinto o nevoeiro que expiras a tocar-me na face
Sinto a minha mortalidade face a ti, face a este momento
Beijo a tua boca de nevoeiro, experimento o indescritível
Abandonamos os grilhões do mundo
Entreguemo-nos um ao outro
Misturemos o sangue de cada um de nós

Quebramos a última das fronteiras
O dia ameaça começar
Olho-te
Olhas-me
Eu peço-te que morras depois de mim
Tu olhas-me
Eu olho-te
Até à próxima noite
Até ao próximo sonho.

Mas tu perdes-te as asas
Só para me amares
Agora como regressas de onde vieste
Tu sorris e ganhas asas
Até à próxima noite
Até ao próximo sonho.

publicado por Buraco Negro às 21:37
link do post | comentar

o Buraco


. 17 seguidores

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Depeche Mode - In Your Ro...

Phantom Vision - Far Enou...

Paradise Lost - Faith Div...

Mater

Type O Negative - Dead Ag...

Lycia - Pray

E

W

Negură Bunget - Dacia hip...

Process of Guilt - Blindf...

tags

todas as tags